domingo, dezembro 24

Contos de Natal

Na Lapónia, enquanto os elfos carregavam o trenó do Pai Gui Natal e as renas eram alimentadas, gerava-se uma grande confusão na Christmas Factory. Com a proximidade do momento da decolagem, uma enervada duende, chamada Nezy, gesticulava e gritava ao Pai Gui Natal tentando pô-lo a par de uma situação que não seria de todo agradável...

- Pai Gui Natal, tens de me ouvir, porra! Trocámos a merda dos presentes!
- Não faz os problema, baby... - dizia o Pai Gui Natal muito descontraído - Tudo vai-se resolver pelos melhor! Conta a eu o que se passa...
- Pá, é o seguinte: duas espevitadas lá de baixo pediram na carta dois presentes que nós trocamos, e agora a carroça já está carregada, os bichos alimentados e se não bazas daqui dentro de vinte minutos, as renas vão-me começar a cagar esta merda toda e eu não estou para passar a Noite de Natal de cú para a Lua a limpar isto. Allright?! - ripostou a Nezy.
- Tasse bem, pá. Yo, check it out. Mas afinal quem são as bacanas?
- Marta Neto e Rita Muller, já deves ter ouvido falar delas, men...
- Ah, sim sim! São aquelas que há uns dias andaram na rua todas nuas com a placa do limite de velocidade 50km/h e que escreveram na carta que o seu único objectivo de vida era tornar as pessoas mais respeitadoras e melhores, não foi? Grandas malucas... - diz o Pai Gui Natal com um brilho nos olhos provocado pela recordação daquele belo momento.
- Ayeh, toma lá! São essas mesmo. O ano passado mascararam-se de Mães Natal e o caralho que as foda... Queriam-te seduzir, as marotas! - completou Nezy com um tom de ironia na voz.
- Sim sim, umas tolas! Mas afinal o que é que elas pediram?
- Mano, é o seguinte: a Marta pediu o "Kit da Primeira Vez" e a Rita implorou pelo "Kit das Próximas Vezes" porque diz que agora está a ficar profissional e não quer perder o ritmo e não sei quê...
- "Kit da Primeira Vez"? Hmm... Nós ainda temos isso na fábrica? É que antes daquele concerto do Ben Harper a Rita pediu-me um... E pronto, sabes como é... Não resisti àquela dança do ventre e acabei por lhe dar todos os que tinha com medo que lhe faltasse alguma coisa, pobre rapariga... Vai ser a próxima Daniela Cicarelli! - diz o Pai Gui Natal comovido.
- Epá, fónix. Não temos mesmo mais nenhum. Que merda. Detesto deixar as crianças desapontadas... Ainda por cima a Marta ganhou 300 Euros a vender bolachas vestida de Mãe Natal... E se lhe déssemos uma malinha daquelas de brincar aos médicos, achas que ela fica contente? - perguntou Nezy com um um ar desapontado.

De repente, um som de ganidos e gemidos, um estardalhaço brutal lá fora...

- RUDOLFO SAI-ME DE CIMA DA REGINA!!! Filho-da-mãe da rena, fodasse... - ordena o Pai Gui Natal enervado. - Fala-se na Rita e lá vai ele, porra... Mas então, onde íamos nós?
- Na malinha de brincar aos médicos... - lembra Nezy.
- Ah, sim sim, claro! Acho uma óptima ideia! E para a Rita... O "Kit das Próximas Vezes", acho que ainda temos alguns em armazém. É melhor levarmos, agora aquilo anda sério com o namorado e não tarda nada está no Brasil... Ainda aparece um professor de Jiu-Jitsu e depois para o ano é mais uma criança a quem tenho de dar prendas, e já tenho putos que cheguem com quem gastar dinheiro. - concluiu o Pai Gui Natal.
- Está bem. Olha e à Marta damos só uma malinha de brincar aos médicos? Que desconsolo para a pobre menina... - comenta Nezy com um ar triste.
- Tens razão. Junta um chupa-chupa de bambú, se ainda houver.
- Mais nada?
- E um biscoito para o Kairo.
- E se ela não gostar do chupa-chupa? - perguntou Nezy.
- Dá ao Pedrinho, ele há-de saber o que fazer com ele. Até podem chupar em conjunto, se quiserem... Numa partilha de amigos! - lembrou o Pai Gui Natal.
- Bem visto! Pronto, men. A cena 'tá feita. Agora mexe-me esse pudim gordo e flácido para o trenó antes que o Rudolfo comece a procriar com a Regina ou outra rena qualquer e trata de entregar as prendas aos putos. Estou contigo, boy!
- Bota shake nisso, Kanuca! 'Tou no ir, BOM NATAL! Fui.

E assim, enquanto Nezy acenava ao Pai Gui Natal, Marta e Rita aguardavam ansiosamente os seus presentes, embora pudessem sofrer algumas desilusões...

Neste Natal portem-se bem... Ou não há Kits para ninguém!
Um beijo, Nezy *

3 comentários:

Anónimo disse...

ines, isto ta simplesmente alucinante! grizeime a força toda! ta lindo, tu es demais, miuda! adoro-te imenso! um santo natal, meu amor e aos pai natalicios gui tb! :)
ritona :P

PizzaBoy disse...

Eu estou com a "anonymous Ritona" a peluda mais sexy do pombal!bejinho nezy tas mto mto mtissimo la...quanto ao chupa o pedrinho que o meta no rabo LOOL

DebY disse...

minha Imparavel..adorei esse teu conto de Natal :D
hehee e tenho um blog novo...despois se tiveres um tempinho paxa por lá sim?
imensas saudades suas**