sexta-feira, março 9

Se pisares, pode machucar.

Quando pensares em mim,
recorda-me como uma flor
que um dia encontraste no jardim.
Que por egoísmo arrancaste,
e não querendo que crescesse,
Não regaste.
Recorda-me como a mais bonita
a quem um dia chamaste de "minha"
na tua dolce vita.


Lembra-te de mim como a primeira
(a única que gostaste realmente)
na tua vida inteira.
E se sorrires ao recordar,
lembra-te sempre (como flor que sou):
Se pisares, pode machucar.

InêsCorreia - 08/03/07

3 comentários:

Pedro Fernandes Martins disse...

dolce vita - porto - 26/12/2005

nada tem a ver com o poema. ah, tirando a parte do dolce vita, claro :D

Tartaruga Envergonhada disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DebY disse...

florzinha linda =)
se algum dia alguem a pizar..ai mi xama k eu parto daki com um batalhao do algarve em direxao ao porto hehe :P


beijuu
goto de si* e gostei do poema =)

Debs*